segunda-feira, 12 de março de 2018

AS FUNÇÕES DE UM LÍDER

AS FUNÇÕES DE UM LÍDER

AS FUNÇÕES DE UM LÍDER
AS FUNÇÕES DE UM LÍDER


Existem pessoas que tem o dom de influenciar outras, característica que pode ser percebida logo cedo, ainda na infância. Um bom líder é aquele capaz de extrair o melhor de cada pessoa, é uma pessoa íntegra, entusiasmada e que sabe, ao mesmo tempo, demonstrar firmeza e motivar os colegas. Mas, o que é ser líder, o que faz um líder, quais suas funções, de onde vem o termo líder e como surgiram essas notáveis pessoas? É indagações que sempre ouviremos as pessoas fazerem quando se estuda liderança. 
Nós trataremos de tentar responder essas questões de forma resumida e simples para o post não fique muito extenso, para dar o inicio ao nosso assunto veremos a etimologia do termo líder.  

Etimologia do termo líder
A palavra líder vem do Latim Auctoritas, “ordem, opinião, influência”. E do Inglês Leader, “guia, chefe”, do Inglês arcaico Laedan, “guiar, chefiar”, do Germânico Laithjan, “chefiar”. Daí vieram nossas palavras “liderar” e líder”.

A origem do líder 
Muitos defendem que foi na região da mesopotâmia onde provavelmente começou a História, por volta de 4.000 a.C. Essa era uma rica região da Ásia Menor, localizada nas planícies férteis banhadas pelos rios Tigre e Eufrates, os quais lançam suas águas no golfo Pérsico. A Mesopotâmia corresponde em grande parte ao atual território da República do Iraque. Começara ali os vestígios da liderança, a necessidade de se viver em conjunto, em sociedade, surgiu lideres para que este projeto fosse seguido. Em minha opinião a liderança surgiu e foi estabelecida por Deus para que o homem pudesse cumprir sua missão de se expandir e se multiplicar na terra. Como está escrito: Então Deus determinou: Façamos o ser humano à nossa imagem, de acordo com a nossa semelhança. Dominem eles sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os grandes animais e todas as feras da terra, e sobre todos os pequenos seres viventes que se movem rente ao chão!. Gênesis 1:26. Como podemos observar foi Adão o primeiro líder e pelo que sei ele nasceu líder e ser fez líder pela pratica e exercício de sua função de líder e como um líder Adão planeja, organiza, dirigi, treina e controla o meio e a situação em que viva.
Notamos na tarefa quase impossível de Adão nomear todas as espécie de animais que existia. Você ja parou para pensar como Adão pôde ter dado nomes a milhões de espécies diferentes no Sexto Dia se este foi de apenas 24 horas? Esta é uma objeção comum a uma visão mais objetiva de Gênesis 1.
Na minha visão Adão precisou planeja, organiza, dirigi, treina para poder controla essa situação.
Imagine que na verdade, existem milhares de espécies no planeta e destes números, dois milhões de espécies conhecidas hoje, e 98 % são invertebrados, o que inclui uma variedade de animais que vão de esponjas, vermes e água-viva, a moluscos e insetos. Os 2 % restantes são vertebrados, chegando ao número aproximado de 40.000 espécies. Este número fica ainda menor quando os 25.000 vertebrados marinhos e quatro mil anfíbios são descontados.
E mesmo que estas espécies que citamos não tenham sido nomeadas por Adão ele teve um longo e grande desafio para nomear as espécies citadas em Genesis.  
Observe que as Escrituras explicitamente afirmam que Adão deu nomes a todos os rebanhos (Heb. behemah), às aves do céu (Heb. oph hassamayim) e à todas as feras do campo (Heb. chayyah hassadeh). Gênesis 2:20.
Agora imagine você realizando esse desafio como o primeiro líder da raça humana. E se, o dia que Adão viveu foi de 24 horas o desafio era maior ainda. Pense nisso, porque, haverá dias como esse na vida de qualquer um que queira ser um líder, principalmente se for liderar uma igreja.

Nascemos líder
Liderança é uma característica que nasce com a pessoa ou pode ser desenvolvida com muito custo. Porque, em minha opinião qualquer um pode vir a ser um líder desde que queira e anele profundamente a liderança.  Portanto, é essencial investir na lapidação dos talentos da liderança e encontrar os mecanismos certos para que eles possam evoluir continuamente.
Na prática, isso quer dizer que até mesmo o líder nato precisa de ferramentas para desenvolver suas habilidades e se tornar, verdadeiramente, a melhor liderança que ele pode ser. Para isso, é preciso aprender como transformar este potencial em grandes resultados, ou seja, como gerenciar os processos com assertividade e liderar as pessoas de forma inspiradora.
É verdade que como Adão, algumas pessoas já nascem com características comportamentais de um grande líder, outras precisam construir um caminho para chegar lá. Há aquelas pessoas que são líder por natureza, nascem com o dom da liderança em sua personalidade, enquanto outros desenvolvem essa característica como reflexo de suas habilidades e estudos. A fim de chegar cada vez mais perto da liderança, o bom líder é uma pessoa esforçada, que pode firmar grandes planos e segue, com organização, na realização dos mesmos.
O líder tem a faculdade de influenciar os outros sujeitos. O seu comportamento ou as suas palavras conseguem incentivar os membros de um grupo para que trabalhem em conjunto com vista num objetivo comum.
Líder é aquele que tem a capacidade de administrar pessoas e equipes, de personalidades diferentes, e gerencia-las, mobilizando-as para objetivos comuns. Em uma definição mais simples, liderar é comunicar as pessoas seu valor e potencial de forma tão clara, tão forte em que elas acabem por vê-los em si mesmas e que seja capaz de se colocar em movimento sentido parte do processo de ver, fazer e tornam-se capazes.

O Líder Coach
Chamamos “Líder Coach” aquele indivíduo que usa técnicas de Coaching na gestão de pessoas e times, com o objetivo de fazer com que seus Liderados se percebam, entendam suas necessidades e projetem suas ideias e ideais.
Diferente do Coach, que é um profissional externo à organização, o Líder Coach integra o quadro de gestores da empresa, ocupando ali algum cargo de Liderança.

A diferença
O Coach é o profissional que exerce a profissão de Coaching, seja para uma empresa ou para um indivíduo específico. Ele é o responsável por treinar o seu Coachee baseando-se em técnicas e metodologias do Coaching que são capazes de trabalhar o desenvolvimento pessoal e humano de cada um, valorizando sempre as competências individuais, além de relaciona-las a um processo de evolução contínua.
Coaching é um processo de desenvolvimento humano, pautado em diversas ciências como: Psicologia, Sociologia, Neurociências, Programação Neurolinguística, e que usa de técnicas da Administração de Empresas, Gestão de Pessoas e do universo dos esportes para apoiar pessoas e empresas no alcance de metas, no desenvolvimento acelerado e, em sua evolução contínua.
A palavra Coaching significa “treinamento”, tem origem na língua inglesa (Coach) e foi utilizada pela primeira vez na cidade de Kócs, na Hungria, para designar carruagem de quatro rodas. No século XVIII, os nobres universitários da Inglaterra iam para suas aulas conduzidos em suas carruagens por cocheiros chamados Coacher.
Por volta de 1830, o termo Coach passou a ser utilizado na Universidade de Oxford como sinônimo de “tutor particular”, aquele que “carrega”, “conduz” e “prepara” os estudantes para seus exames. Em 1831 o termo Coaching foi usado pela primeira vez no âmbito dos esportes. Em 1950, o termo foi usado pela primeira vez na literatura de negócios, como uma habilidade de gerenciamento de pessoas.
Nós teremos em outro post algo só sobre esse assunto. 

As qualidades de um bom líder
Uma das grandes dúvidas que pairam sobre as cabeças dos administradores e empresários nos dias de hoje é: como ser um bom líder? Como gerenciar um grupo de pessoas sem que elas se sintam cobradas demais, ou chateadas com a pressão? Liderar e motivar pessoas sem pressão e cobrança é algo difícil de ser feito, mas é possível dosar a mão para não cometer erros em excesso.
É preciso saber exatamente o que e como fazer para que seus colaboradores o vejam como um líder verdadeiro, alguém que os inspira, que lhes dá abertura para participar e os faz trabalhar mais confiantes, e não um ditador que apenas cobra resultados, sem pensar no lado humano da relação. Por isso, saber atuar como um líder dentro de uma equipe é fundamental para o seu sucesso.
Contudo, chegar a esse objetivo não é tarefa fácil. Além de mostrar resultados, ter domínio pleno das funções e ser um profissional engajado, para ser um bom líder é preciso ter qualidades específicas — exatamente as que o diferem dos demais.

Honestidade
Um líder precisa ser admirado para ser seguido. Para isso, sua conduta ética tem que ser exemplar. Normalmente, os líderes seguem e passam aos subordinados os valores e crenças da empresa. O ideal é incentivar seus funcionários a criar o hábito da honestidade, o que influenciará o ambiente de trabalho e os resultados.

Capacidade de delegar
Delegar funções é essencial para criar uma equipe organizada e eficiente. Além de mostrar confiança nos colaboradores, você também tem liberdade para focar nas suas competências. O caminho para delegar é identificar os pontos fortes de cada um da equipe e tirar proveito dessas particularidades.

Capacidade para definir metas
Em pequenas e grandes empresas, existem sempre muitas coisas a fazer e metas a alcançar. Para não ficar perdido entre tantas atividades, o líder deve criar uma pequena lista do que realmente é prioridade. Só assim será possível chegar onde se quer.
Além disso, os líderes precisam comunicar os objetivos de forma simples e direta aos colaboradores. A clareza facilita o alcance do resultado esperado, pois simplifica a busca por soluções eficientes.

Comunicação
Ser capaz de descrever de forma clara o que você quer é extremamente importante para o bom funcionamento de uma equipe. Treinar novos membros e criar um ambiente de trabalho mais produtivo depende de uma comunicação saudável também. Estar acessível aos seus funcionários e conversar fora do horário de trabalho pode ajudar no processo de estabelecer uma boa comunicação.

Senso de humor
O ambiente de trabalho influencia — e muito — na produtividade. Ter um chefe mal-humorado pode atrapalhar nesse quesito. O bom humor, por outro lado, é um motivo a mais para as pessoas acordarem de manhã para virem trabalhar. Não levar problemas e preocupações tão a sério pode quebrar o clima tenso do dia a dia.

Confiança
Qualquer empresa enfrentará tempos ruins, mas cabe ao líder mostrar confiança no negócio e passar tranquilidade aos funcionários. Grande parte do trabalho do líder é apagar incêndios e manter a moral da equipe, assim como o nível de confiança no negócio.

Compromisso
Se você espera que sua equipe trabalhe duro e o faça com qualidade, você é o primeiro a dar esse exemplo. Não há motivação maior do que ver o chefe comprometido com o projeto que você também ajuda a criar. Provar seu comprometimento com a empresa só vai ganhar o respeito dos colaboradores, assim como inspirá-los a ir além.

Atitude positiva
Se sua equipe está feliz e otimista, ela não vai se importar de se doar um pouco mais por um objetivo comum. Como já foi dito, o exemplo é fundamental para os funcionários seguirem o líder. Portanto, ser otimista e ter atitudes positivas tornará o ambiente mais leve e produtivo.
A criação de um negócio, muitas vezes, envolve um pouco de visão. Especialmente em startups, inspirar sua equipe para investir no futuro é vital. Incentivar os funcionários e passar a sensação de que o negócio também é deles é a melhor forma de reter talentos e mantê-los engajados.

Criatividade
Como líder, é importante aprender a tomar decisões rápidas e lidar com improvisos. Abusar da criatividade pode ajudar nessas horas. Nem tudo vai correr conforme o planejado, e é aí que sua intuição entra em cena. Geralmente, se basear nas experiências passadas pode ajudar a tomar uma boa decisão.

Aprimorarão constante
Melhorar seu desenvolvimento pessoal pode ajudá-lo a se tornar um líder melhor. Para construir uma carreira, você deve manter-se aberto às mudanças e estar disposto a crescer.
Realizar uma avaliação periódica das suas próprias habilidades também contribui para saber se suas competências estão no nível adequado ou se têm de ser melhoradas.

Um bom líder precisa ter uma conduta distinta, que possa ser espelhada pelos demais funcionários. Além disso, ser capaz de liderar significa ter consciência de que aprimorar-se constantemente é fundamental.

http://institutobiblicocristao.blogspot.com.br/p/curso-basico-em-teologia.html#axzz59RwxHjgk

AS OBRIGAÇÕES DE UM LÍDER
Um líder necessita de muitas habilidades para desenvolver seu trabalho, e nesse resumo gostaria de dizer que não existe nenhuma poção mágica para você tornar-se um líder da noite para o dia, pois isso leva tempo, e em muitos casos até mesmo anos. Minha expectativa é conduzi-lo o mais rápido possível para seu autoconhecimento e desenvolvimento pessoal, intelectual e espiritual através deste que será uma serie de post relacionado com liderança.
Na minha visão para se começar a ser um bom líder é preciso basicamente de cinco funções:
1- PLANEJAR 2- ORGANIZAR 3- DIRIGIR 4- TREINAR 5- CONTROLAR
PLANEJAR
Planejar é estudar, organizar, coordenar, ações a serem tomadas para a realização de uma atividade visando solucionar um problema ou alcançar um objetivo.
Assim sendo, planejar significa estabelecer os objetivos da uma organização ou de sua vida e por quais caminhos se chegará a eles. Afinal, nenhum projeto é feito no improviso. Ele é antes pensado e discutido, ou seja, planejado, e depois comunicado aos demais envolvidos. Além de questões internas da organização, devem-se levar em conta, na hora de planejar, os cenários do futuro para um bom planejamento. O próprio Deus tem seus planos, assim sendo, concluímos que Ele planeja e cria planos a curto e a longo prazo. como disse Jó: Sei que podes fazer todas as coisas; nenhum dos teus planos pode ser frustrado. Jó 42:2.

Podemos concluir que para que sucesso na intenção de fazer é preciso saber o que é Planejamento. E planejamento é uma palavra que significa o ato ou efeito de planejar, criar um plano para aperfeiçoar a alcance de um determinado objetivo. Esta palavra pode abranger muitas áreas diferentes.
O planejamento consiste em uma importante tarefa de gestão e administração, que está relacionada com a preparação, organização e estruturação de um determinado objetivo. É essencial na tomada de decisões e execução dessas mesmas tarefas. Posteriormente, o planejamento também precisa da confirmação das decisões tomadas que foram acertadas. Necessitando de um feedback.
O feedback é uma palavra inglesa que significa realimentar ou dar resposta a uma determinado pedido ou acontecimento. O significado de feedback é utilizado em teorias da administração de organização, quando é dado um parecer sobre uma pessoa ou grupo de pessoas na realização de um trabalho com o intuito de avaliar o seu desempenho. É uma ação que revela os pontos positivos e negativos do trabalho executado tendo em vista a melhoria do mesmo.
Um indivíduo que utiliza o planejamento como uma ferramenta no seu trabalho demonstra um interesse em prever e organizar ações e processos que vão acontecer no futuro, aumentando a sua racionalidade e eficácia.

Planejamento de vida
Pare para pensar e responda: onde e como você gostaria de estar daqui a dez anos? Não pense que isso seria ansiedade de vida. Pode até parecer uma pergunta contraditória diante da imprevisibilidade da vida. Afinal, sabemos que Jesus disse: Portanto, vos afirmo: não andeis preocupados com a vossa própria vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que as roupas?  Mateus 6:25. Entretanto, saber exatamente o que quer e definir os passos para chegar até esse objetivo são hábitos que proporcionam mais disciplina e empenho, além de um ato de fé. Sim porque, planeja é criar pelo poder da fé um futuro que desejo espero em Deus por ele, como está escrito: Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem. Hebreus 11:1. Significa que com fé posso planejar, o que visualizo com meus olhos da fé. Afinal, não dá para contar apenas com um tiro no escuro. Porque, isso é falta de fé! Com fé posso criar um roteiro que norteie as nossas decisões a curto, médio e longo prazo. Principalmente quando se trata em termos de missão e vida.

Podemos dizer que o planejamento de vida é uma ferramenta que ajuda a conquistar os objetivos em todos os setores da vida. Planejar é pensar com antecedência, estruturando os passos que precisa dar para aproveitar as oportunidades que surjam pelo caminho e prever problemas que prejudiquem o alcance de seus objetivos. Quando você esboça esse projeto, consegue deixar as suas atitudes voltadas aos resultados propostos pela sua fé; como está escrito: Mas o justo viverá pela fé! Contudo, se retroceder, minha alma não terá prazer
nele. Hebreus 10:38.
Se você deixa seus planos na sua mente, as chances de serem esquecidos ou sabotados são muito grandes, isso sem contar que a elaboração desses objetivos acontece sem uma análise adequada de sua vida como um todo. Para que eles sejam realistas e bem delineados, demandam uma boa reflexão sobre a sua trajetória, bem como um levantamento de suas competências, habilidades e recursos disponíveis.
O planejamento de vida exige uma observação profunda para que você identifique como está o seu grau de satisfação em cada uma das áreas de sua vida naquele momento.  Procure analisá-las profundamente para identificar como gostaria que elas fossem e o que deve fazer para conseguir esse resultado.

Planejamento estratégico
O planejamento estratégico é um importante componente do planejamento organizacional e de vida também, que facilita de forma substancial a gestão de uma organização e sua vida.
Pensar e fazer planos de uma maneira estratégica é essencial no contexto da liderança, porque facilita na determinação de objetivos e estratégias para alcançar esses objetivos.
Planejar estrategicamente significa usar os recursos disponíveis de forma eficiente, aumentando a produtividade de um indivíduo ou organização. A gestão do tempo é crucial para qualquer organização, pois é um dos recursos mais valiosos à nossa disposição. A gestão estratégica dos riscos também é uma área importante para qualquer realização de planos.
Se as estratégias traçam o caminho, cabe a nós definir como este caminho será trilhado. É ainda papel nosso acompanhar se as estratégias definidas anteriormente são realmente seguras para nós ou se precisa passar por alguma readequação e até mesmo começar do zero.
Diante disso, o que podemos entender por estratégia? A estratégia nada mais é que um conjunto de ações que unem o planejamento, execução, controle a metas, planos e objetivos.
O planejamento financeiro também pode ser incluído em uma forma de planejamento estratégico. É de grande importância para a organização, sendo que remete para a previsão das receitas e despesas, criando uma estimativa dos meios financeiros que serão necessários para o futuro e manutenção da organização.

ORGANIZAR
Organizar é uma palavra originada do Grego "organon" que significa instrumento, utensílio, órgão ou aquilo com que se trabalha. Pôr em ordem, arrumar; dispor para funcionar.
Podemos dizer que não basta sermos pessoas bem planejadas se não soubermos nos organizar, isso é colocarmos os planejamentos em ordem de importância, isso é saber o que vem em primeiro lugar. Um líder para ser bom tem que aprender a se organizar, seja na vida pessoal ou no trabalho. Estive pensando: O dia tem 24 horas, eu te pergunto: Pôr que muitas pessoas conseguem estudar, trabalhar, namorar, sair com os amigos, jogar bola, ir ao teatro, cinema, ir a igreja, conversar com os amigos, assistir filmes, novelas, ouvir notícias e muitas outras coisas, e outras pessoas não conseguem fazer nem metade disso que foi falado?
Creio que isso acontece porque umas pessoas são organizadas e outras não. Não sei como é seu dia a dia. Porém é muito importante que você se organize para que possa conquistar seu espaço no mundo em que vivemos.
Assim sendo, podemos dizer que organizar seria a forma de conseguir tempo para tudo o que queremos fazer, principalmente nos dias de hoje, que uma das maiores dificuldades para quem quer ter sucesso em qualquer negócio é ser organizado.
O tempo parece fugir-nos por entre os dedos, fazendo com que nunca tenhamos oportunidade para fazermos tudo àquilo que queremos, acumulando tarefas para o dia seguinte. Se nos faltar organização.
Organização é a forma como se dispõe um sistema para atingir os resultados pretendidos. Normalmente são formadas por uma, duas ou mais pessoas que executam funções de modo controlado e coordenado com a missão de atingir um objetivo em comum com eficácia.
Assim, Podemos falar de organização escolar, organização empresarial, organização pessoal, organização de eventos, organização doméstica, etc. Em todas essas aplicações, o sentido de organização se baseia na forma com as pessoas se inter-relacionam entre si e na disposição e distribuição dos diversos elementos envolvidos, com vista a uma mesma finalidade de facilitar nosso sucesso.

DIRIGIR
O termo dirigir vem do latim dirigo, ere, pôr em linha reta, alinhar "dirigir", orientar um grupo de pessoas. = REGER; Indicar um rumo ou uma direção = DIRECIONAR, ENCAMINHAR, GUIAR; Mover em determinado sentido ou direção. Estar ou ter capacidade para estar no comando de um veículo (ex.: dirigir um caminhão; aprendeu a dirigir). = CONDUZIR, GUIAR.
Significa dizer que dirigir seria como  atuar de forma dinâmica, analisando detalhadamente o que foi planejado e organizado. Dirigir é então fazer as coisas acontecerem, pois não adianta somente ser bem planejado e organizado, se não sair do papel; é somente conhecimento, e nós precisamos nos dias atuais de pessoas que executem o que foi proposto. Não deixe que seus projetos fiquem no papel, ponha em prática e você se surpreenderá.
Dirigir é sem dúvida uma das tarefas mais meticulosas dentro de um processo, pois é exatamente a definição de como as atividades serão desenvolvidas. Dirigir é determinar a cadência, o ritmo, à velocidade em que será percorrido o caminho que leva ao alcance do objetivo estipulado. Dirigir é dar identidade ao processo, pois é o fazer acontecer, é a ação sendo de fato realizada. E por isso não se podem pular as etapas anteriores, pois, para agir se faz necessário saber quem faz e quando se dará tal ação.

TREINAR
A palavra treinar no dicionário significa exercitar-se para competições. No mundo em que vivemos não adianta planejar, organizar, dirigir, é necessário que treinemos, ou seja, tentar, errar, começar de novo, tentar, errar, começar de novo, até que consigamos nossos objetivos através do treino.
O treino é a ação e o efeito de treinar. Trata-se de um processo para adquirir conhecimentos, habilidades e capacidades.
No âmbito da religião treinar alude a um treino espiritual, cujo objetivo é purificar a mente e as ações para cumprir um conjunto de objetivo que aproximam a pessoa a Deus.
Convém destacar que o coaching é um tipo de treino que tem lugar no meio empresarial, que consiste num processo interativo e transparente através do qual o coach ou treinador e a pessoa implicada procuram a forma mais eficaz para alcançar os objetivos fixados, utilizando os seus próprios recursos e habilidades.
O processo de coaching parte do princípio de que a pessoa que recebe o treino é o indivíduo que dispõe da melhor informação para resolver as situações que enfrenta. Como tal, o treinador assiste o sujeito na medida em que o ensina a aprender por ele próprio.

CONTROLE
Controle é um substantivo utilizado para definir o domínio ou poder de fiscalizar e administrar determinada coisa; ter o controle da situação é dominar ou ter o poder sobre o que está acontecendo.
O termo controle pode ser aplicado em múltiplos contextos, com significados semelhantes: administrar, organizar ou dominar alguma coisa ou situação. O controle está relacionado com a administração, seja de documentos, de produtos, pessoas ou organização. Neste contexto, controlar significa verificar as condições de determinada coisa, analisá-la, compará-la e organizá-la com outros itens do mesmo grupo.
Assim sendo, podemos dizer que controle é inspecionar, medir, avaliar, mensurar, é observar se todo o processo está de fato conduzindo ao sucesso. Sempre é necessário analisar, um processo que não é inspecionado tende a desenvolver defeitos que o tornarão completamente infrutífero, ou pior, gerará frutos completamente danificados. O que é avaliado pode ser corrigido, tendo por base as premissas do que foi planejado, todavia, o que não é inspecionado tende a auferir um grau de soberba dada a sua autossuficiência de gerenciamento. Independente do processo quer seja físico, humano, mecânico ou sistêmico, todos adquirem vícios ao longo de suas repetições e são estes vícios que precisam ser prostrados ante as diretrizes do controle. Tudo que não é controlado tende acaba sendo destruído.

Todos os lideres devem saber que não basta você planejar, organizar, dirigir e treinar, se você não souber controlar suas atitudes, seus momentos de dificuldades, e outras sensações que envolvem o dia a dia de um bom líder. Controlar é ter paciência e saber a hora de falar e agir, é ter a noção exata de quando e como agir.
Espero que você tenha observado que essas cinco funções não existem sozinhas. Tenho visto muitas pessoas que sabem planejar, porém não sabem organizar-se, ou pessoas organizadas que não sabem dirigir, ou mesmo pessoas que dirigem bem suas vidas, mas, não gostam de arriscar ou treinar, existe também aqueles que fazem tudo que falamos, porém, não tem controle de seu potencial. Minha expectativa é que você perceba que não é impossível ser um bom líder, porém não é tão simples como parece, é necessário muito esforço e vontade. Comece praticar essas funções, olhe a sua volta e veja as pessoas que são líderes e tente identificar nelas estas funções citadas.
Para tornar-se um bom líder é necessário um bom conhecimento do mundo em que vivemos. Você deve ler pelo menos um jornal ou revista semanalmente, ouvir ou assistir um jornal diariamente ou saber pelo menos ás manchetes do dia.

Quando acompanhamos as noticias dentro do cenário brasileiro, podemos observar as mudanças na economia. No âmbito político e sociedade podemos observar a aceleração de privatizações de empresas estatais, a corrupção que destrói a imagem do Brasil. Na tecnologia, podemos observar uma maior informatização, automação, pesquisa e desenvolvimento e também passou a existir uma crescente preocupação com a qualidade.
Nós como líderes acima da média poderemos ver em tudo isso uma oportunidade para sair da crise que está a nível mundial.
No meu ponto de vista os lideres de igreja devem apresentar para os irmãos, não só uma esperança. Mas, uma visão acima da média para eles tomem como base a sua visão e criem uma nova oportunidade para suas vidas e projetos. Assim sendo, precisamos está alertas com os olhos bem abertos para ver além do ordinário e ver o extraordinário com os olhos da fé e da mente espiritual. Como está escrito: Olhai, vigiai e orai; porque não sabeis quando chegará o tempo. Marcos 13:33. No grego: βλεπετε αγρυπνειτε και προσευχεσθε ουκ οιδατε γαρ ποτε ο καιρος εστιν. O termo grego blepete é perceber, tomar consciência de, por meio dos sentidos, captar com a inteligência. O que nos diz que para nós lideres que devemos antes de orar e vigiar é ficar atentos e olhar além. Esse é o papel do líder conduzir seus liderados a lugares com diferente do habitual, e leva-los ao extraordinário. Como escrito nos salmos: Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas. Salmos 23:2.
        
No cenário mundial, podemos ver a globalização da economia, onde existem os blocos econômicos, como a comunidade europeia, outro aspecto que observamos é a massificação das marcas e também o individualismo. Em todo o mundo vemos que as pessoas estão muito mais exigentes.
Hoje existe uma menor distância entre o 1º mundo e os países em desenvolvimento. Outro ponto é a maior competitividade em todas as áreas, principalmente a de empregos, com isso acontece a maior probabilidade de riscos eminentes de ganha e perda, ou seja, o mundo dos negócios é regido por bolsas de valores, pois quando uma bolsa do outro lado do mundo caiu, nós aqui no Brasil sentimos rapidamente. Assim sendo, é natural que as pessoas fiquem ansiosas, deprimidas e sofrendo com tantos transtornos e opressão psíquica e espiritual.

Com todo esse avanço tecnológico é natural que os desejos fiquem guardados em nossas mentes, nossos corações. Estamos mais conectados e também mais afastados das pessoas e de nós mesmos.
Assim sendo, todos os indivíduos criam muitos, milhares de anseios e desejos, na vida sentimental, financeira, profissional e espiritual. Vivemos idealizando nossos anseios e desejos. É exatamente pelos anseios e desejos que somos movidos a cada dia, são eles que nos impulsionam dando direção a nossa existência. Os nossos objetivos, sonhos e metas, na verdade possuem direta ou indiretamente relação com alguns de nossos anseios e desejos, é mais fácil expor os nossos objetivos, sonhos e metas, do que expor nossos reais anseios e desejos.
Paulo sabia disso quando escreveu a Timóteo dizendo: Sabe, entretanto, disto: nos últimos dias sobrevirão tempos terríveis. Pois os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a seus pais, ingratos, ímpios. 2 Timóteo 3:2. É devido a isso que defendo que o líder deve sempre está informado do que acontece a sua volta e ajudar, seus liderados a planejarem uma saída a curto e em longo prazo para criar uma solução de seus anseios. Afinal, não sabemos quando Jesus virá! Mas, não sabemos quando, enquanto isso aguardamos ansiosos esse momento.
Finalmente podemos dizer que os anseios nos fazem criar expectativas, com base em nossas expectativas nos preparamos para realizar nossos desejos, a ansiedade em nível que nos impulsiona a buscar até concretizar nossos desejos, essa ansiedade e natural e bem- vinda. A ansiedade que lhe tira o sono ate você conseguir estabelecer suas metas, a ansiedade que lhe incomoda até você dar os primeiros passos para uma vida nova, para buscar o bem do seu próximo. A ansiedade que lhe provoca mudanças, que busca novos horizontes. Essa ansiedade deve fazer parte da sua vida.

CONTINUA...

SHALOM ADONAY

José Alfinyahu, Teólogo, Parapsicólogo, Psicanalista, Professor, Th.M em bíblia e Th.D em Teologia Sistemática.

Declaração de Direitos Autorais

O conteúdo em nosso site é produzido por Instituto Bíblico Cristão, e pertence por direito ao autor, publicador e/IBC.org. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de IBC.org. e inclua essa nota.






SEJA BACHAREL EM TEOLOGIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário